EYECORP  >  PROC.CLÍNICO  >  Osteoporose 
Proc.Clínico : Osteoporose
Compartilhe com seus amigos !
(-) Diminuir / (+) Aumentar Texto

O que é a osteoporose ?

Osteoporose significa o enfraquecimento dos ossos, qualquer que seja sua causa. É bastante comum nas pessoas idosas, principalmente naquelas do sexo feminino. O enfraquecimento ósseo ocorre naturalmente com o envelhecimento. No entanto, quando a massa óssea diminui a ponto de aumentar significativamente o risco de fraturas, teremos então a osteoporose.


O que é osteopenia ?

A osteopenia é definida como um estágio intermediário de perda óssea entre o normal e a osteoporose. Nessa fase, já podem ser adotadas medidas preventivas para se evitar a evolução da osteopenia para a osteoporose.


Quais são os riscos de fratura óssea por osteoporose ?

Aos 80 anos, uma em cada três mulheres e um em cada cinco homens têm a possibilidade de fraturar o quadril. Aos 50 anos, uma mulher tem, até o fim de sua vida, 40% de possibilidade de ter uma fratura causada por osteoporose. No homem, esse risco está em torno de 13%.


Quais são as complicações das fraturas ocasionadas pela osteoporose ?

Existe o risco de permanecer com limitações físicas e, em alguns casos, de surgirem complicações que podem levar ao óbito.


Como é a formação da massa óssea ?

Durante a infância até a vida adulta, os ossos irão crescer e se solidificar. Em torno dos 25 anos de idade, a quantidade de osso no esqueleto atinge seu pico, é o chamado pico de massa óssea. A partir daí, teremos uma redução gradual da massa óssea. O pico de massa óssea é, em geral, maior no homem do que na mulher e menor nas pessoas mais magras. O pico de massa óssea é importante para predizer o risco de fraturas por osteoporose na velhice.


O que determina o pico da massa óssea ?

As influências mais importantes são a genética, a ingestão de cálcio e a atividade física.


Qual o papel da menopausa na osteoporose ?

Após a menopausa, devido à grande redução da produção do estrógeno, há uma maior perda de massa óssea na mulher. Se não houver reposição adequada deste hormônio, ocorre uma diminuição mais acelerada da massa óssea e consequentemente um maior risco de desenvolver a osteoporose.


Quais pessoas têm risco de desenvolver osteoporose ?

Pessoas com familiares portadores de osteoporose, mulheres com menopausa precoce, mulheres em idade de vida fértil, mas com ausência do ciclo menstrual, utilização de corticóides, história passada de fratura causada por pequeno trauma, hipertireoidismo, algumas tipos de câncer, dieta com baixo consumo de cálcio, baixos níveis de vitamina D, uso freqüente de bebidas alcoólicas, tabagistas, pessoas sedentárias.


Como saber se tenho osteoporose ?

A osteoporose não tem sintomas a não ser quando acontecem as fraturas que podem ser perceptíveis ou, às vezes, microscópicas e repetidas. As fraturas são reconhecidas pela dor local e ou pela deformidade que provocam. Elas são mais freqüentes no pulso, coluna vertebral ou quadril. Em muitos casos, as microfraturas da coluna só são percebidas devido a uma progressiva diminuição da estatura.


Como é feito o diagnóstico da osteoporose ?

O método mais utilizado para se medir a massa óssea é a densitometria óssea. Essa medida pode ser realizada no quadril, coluna, punho ou todo o esqueleto. Radiografias comuns não são métodos adequados para investigação da osteoporose, mas podem sugerir sua presença. Exames de sangue e urina são, às vezes, necessários para complementação da investigação da osteoporose, mas não para o seu diagnóstico.


O que é Densitometria Óssea ?

É um exame que detecta o grau de osteoporose. É realizado através de um aparelho capaz de medir a massa e a resistência óssea e dimensionar o risco de fratura. O exame demora apenas 15 minutos. É fácil, indolor, seguro, não requer nenhum preparo especial e nem jejum. Deve-se usar uma roupa que não tenha botões, zíper ou fivelas de metal.


Qual a importância deste exame ?

Ele permite detectar a baixa densidade óssea antes de ocorrer fratura e confirma um diagnóstico de osteoporose em pessoa que já teve fratura. Além disso, determina a taxa de perda óssea quando o teste é feito anualmente. Tendo em vista que o metabolismo ósseo é relativamente lento, o intervalo entre os exames deve ser de no mínimo um ano. Sempre que for realizar uma nova densitometria é altamente recomendável levar os resultados anteriores.


Quem deve se submeter ao exame de densitometria óssea ?

Pessoas idosas, mulheres na menopausa e pessoas com outros fatores de risco para osteoporose.


Crianças também podem ter osteoporose ?

A osteoporose pode ocorrer em qualquer faixa etária. Em crianças, no entanto, a osteoporose geralmente é causada por problemas genéticos específicos, uso de medicamentos ou outras doenças associadas.


A osteoporose pode ser prevenida ?

O tratamento preventivo envolve medidas gerais tais como atividade física, abandono do tabagismo, medidas preventivas para quedas, suplementação adequada de cálcio e/ou vitamina D entre outras.


Quais são medicamentos de tratamento para a osteoporose ?

Os mais utilizados são a terapia de reposição hormonal para as mulheres em menopausa, medicamentos bifosfonados (alendronato, risedronato), vitamina D e raloxifeno. O tipo de medicamento mais adequado será definido pelo médico especialista após considerar vários fatores como idade, história clínica, risco de fraturas, efeitos colaterais, doenças associadas e resultados dos exames.




(English spoken / Hablamos español )


Av. Aclimação, 56 - (Mapa) - Aclimação - São Paulo - SP - CEP 01531-000 - Fone: 3208-0888 - Fax: 3277-6698
Copyright© 2010 - Eyecorp   -   Design by Webprojects